Resenha: Eu Te Darei O Sol <3

book.png

Título: Eu Te Darei o Sol
Autora: Jandy Nelson
Páginas: 384
Editora: Novo Conceito
Estrelas: 🌟🌟🌟🌟🌟 5/5 

Esse livro é simplesmente fantástico! A história dele é linda e emocionante e tem uma sensibilidade, que, nem todos os autores acham esse tipo de equilíbrio do drama sem chegar ao melodramático. Ele é um dos meu livros favoritos! ❤ Ainda consigo sentir o turbilhão de emoções geradas enquanto lia: confusão, espanto, medo, raiva, paixão, cumplicidade e o mais belos tipos de amor. Além de que eu amei o nome e a capa do livro. E os personagens moram perto do mar, o que significa sol, mar e todas essas sensações lindas que só de pensar em ‘praia, cheirinho do mar…’ eu me lembro.

Sinopse: Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia. Mal-entendidos, ciúmes e uma perda trágica os separaram definitivamente. Trilhando caminhos distintos e vivendo no mesmo espaço, ambos lutam contra dilemas que não têm coragem de revelar a ninguém. Contado em perspectivas e tempos diferentes, EU TE DAREI O SOL é o livro mais desconcertante de Jandy Nelson. As pessoas mais próximas de nós são as que mais têm o poder de nos machucar.

Toda a história é contada pelo ponto de vista dos dois irmãos, o Noah e a Jude. O capítulo do Noah mostra o passado, lembranças da infância deles. Sabe, quando você tá lendo o capítulo do Noah e vendo a história pelo ponto de vista dele, tem momentos que você fica com raiva da Jude, do que aconteceu e etc… mais dai o capítulo muda e você fica com o gostinho de quero mais daquela história. Louca pra saber o que aconteceu realmente. Mas ai entra o capítulo contado pela irmã dele que se passa na situação deles no presente e a raiva que você sentiu antes passa, por que você também vê o que e como foi tudo para ela. E o que é bom, por que você tem os dois lados da história. E fazer essa passagem entre passado e presente é uma das coisas que te deixa mais ansiosa para descobrir os segredos e o final da história e ao memso tempo não quer que ela acabe. E é incrível como no final da história outros personagens se ligam um ao outro.

Ao contrário da maioria dos livros do gênero jovem adulto maduro, Eu te darei o Sol foca nas dificuldades que permeiam o relacionamento dos gêmeos Noah e Jude. Desde pequenos os irmãos disputam a atenção dos pais: Noah, um garoto diferente e introspectivo, sempre se sentiu mais próximo da mãe. Para ele, seu pai o julga por ser diferente, por ser um.. artista e não um atleta. Já com a Jude é o contrário, ela sempre se sentiu mais ligada ao pai, porque eles são aventureiros e destemidos. O sonho dela era ter a aprovação da mãe, era que ela a amasse e aceitasse da mesma forma que fazia com o Noah. Entretanto, por mais que eles competissem pela atenção dos pais, Noah e Jude nunca deixaram a amizade, e o amor que sentiam um pelo outro de lado – pelo menos não até o fatídico aniversário de quatorze anos, foi naquele ano que tudo mudou. Dois anos depois da tragédia os gêmeos não conversam mais e são opostos das crianças que um dia foram. Jude, um antigo raio do sol, virou uma adolescente sem amigos, que conversa com o espírito da vó morta, que tem certeza que a mãe é responsável pelo azar que domina sua vida, e que carrega nos ombros o peso das mentiras que contou dois anos atrás. Enquanto Noah, que era um artista nato e que via beleza onde ninguém mais era capaz de enxergar, virou um rapaz popular e normal, deixando o peso dos erros do passando afogar o brilho que ele tinha nos olhos. Então a questão é: o que aconteceu para esses jovens mudarem tanto? Curiosos? Leiam o livro e conheçam a história! 😀 ❤

Algumas Frases Do Livro:

“Rapidamente faço um pedido. Arrisque-se (uma, duas, três, quatro vezes). Reconstrua o mundo.”

“Não sei como isso é possível, mas é: uma pintura é ao mesmo tempo exatamente igual e completamente diferente todas as vezes que você olha para ela. É assim que são as coisas entre mim e Jude agora.”

“…Nossas personalidades reais escondidas nas profundezas destas personalidades impostoras…”

“Penso em como a mamãe disse a Noah que era responsabilidade dele ser fiel ao seu coração. Nenhum de nós tem sido. Por que é tão difícil? Por que é tão difícil saber o que significa essa fidelidade?”

“As vezes quando você surfa, você pega uma onda e percebe que está “sem chão”, de repente, sem aviso, você se vê caindo diante da parade de água. Sinto-me assim.”

Vejam o book trailer:

O livro vai virar filme! A Warner Bros adquiriu os direitos de adaptação do livro. Tô imaginando aqui quem serão os atores!?

Beijo 🙂

—Fransiely Karla.

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: Eu Te Darei O Sol <3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s